NIC.br

Ir para o conteúdo
26 OUT 2018

Seminário inédito sobre operação e uso de cabos submarinos terá a participação e apoio do CGI.br




Ecossistema econômico da Internet, universalização do acesso, soberania digital e vigilância pautam o encontro

O Seminário "As rotas invisíveis da Internet: acesso, vigilância e bens comuns" reunirá na próxima quarta-feira, 31, representantes de empresas, poder público, academia e sociedade civil, em debate inédito sobre a governança dos cabos submarinos e macro-infraestruturas de acesso. O encontro é organizado pela ONG Internet Sem fronteiras – Brasil e pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (Idec), com apoio do Comitê Gestor da Internet no Brasil (CGI.br), do Consulado da França no Rio de Janeiro, do Instituto Francês e da Fundação Getúlio Vargas. Para participar do Seminário, que acontecerá na FGV do Rio de Janeiro, os interessados devem fazer a inscrição on-line.

"Falar de cabos submarinos é falar de uma infraestrutura essencial para a Internet, que remete à atribuição do CGI.br de 'estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da rede no Brasil'. Existem 58 mil Sistemas Autônomos no mundo e precisamos dos cabos submarinos para acessar essas redes", sublinhou Percival Henriques, conselheiro do CGI.br e um dos palestrantes do evento. "Vale comentar que, para o Brasil, a dependência de cabos no Brasil passou a ser algo mitigada a partir da eficiência dos Pontos de Troca de Tráfego. Assim, algo como 70% do tráfego Internet é resolvido dentro do próprio país graças a essa infraestrutura mantida pelo CGI.br e NIC.br", complementou.

Questões relacionadas aos cabos submarinos e o ecossistema econômico da Internet, universalização do acesso, soberania digital e vigilância também serão discutidas por palestrantes do Seminário, entre eles: Artur Coimbra (MCTIC), João Pedro Flecha (EllaLink), Félix Blanc (Internet Sans Frontières), Jamila Venturini (Intervozes), Michael Stanton (RNP e Luca Belli (FGV). O evento contará ainda com a presença de representantes da Anatel, Telebras, UIT (União Internacional de Telecomunicações), Angola Cables, NUPEF, ABRINT, UNICAMP, Data Labe, Clube de engenharia, UFRJ, Instituto Braudel, NetRocinha, ETICE (Empresa de Tecnologia da Informação do Ceará), entre outros.

O seminário acontecerá na parte da manhã, seguido por um workshop de trabalho, restrito a convidados. Os resultados serão consolidados em uma publicação prevista para 2019, sendo que as primeiras reflexões serão apresentadas já em novembro desse ano no VIII Fórum da Internet no Brasil, que será realizado em Goiânia (GO), e no 13° Fórum da Governança da Internet (IGF), em Paris.

Anote na Agenda
Seminário “As Rotas invisíveis da Internet: Acesso, vigilância e bens comuns”
Data e hora: quarta-feira (31/10), das 9h às 13h
Local: Fundação Getúlio Vargas, Praia de Botafogo, 190, Rio de Janeiro
Sala: 823 (8° andar), o credenciamento será feito na entrada do prédio
Inscrições: https://frama.link/rotasinvisiveis
Programação: https://rotasinvisiveisdainternet.wordpress.com/
Informações sobre o local: direitorio@fgv.br

Sobre o Internet Sem Fronteiras

A ONG atua no Brasil desde 2013 e é membro da rede internacional Internet Without Borders, com sede na França. Além de programas de educomunicação e atuação na luta pela democratização da comunicação, a ONG tem atuado em vários espaços sobre políticas públicas da Internet. Além de ser iniciadora de uma carta de apoio ao Asilo do Edward Snowden no Brasil em 2014, participou do NET Mundial e acompanhou a elaboração do Marco Civil. Mais informações: https://www.facebook.com/internetsemfronteirasbrasil/.

Sobre o Idec

O Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor é uma organização sem fins lucrativos criada em 1987 e dedicada à defesa dos direitos dos consumidores no Brasil. O Instituto não possui ligação com empresas ou com órgãos de governo. Todo o trabalho desenvolvido pelo Idec baseia-se em doações de seus associados e de projetos financiados por filantropias internacionais. O Idec é filiado à Consumers International e membro do Civil Society Information Society Advisory Council (CSISAC), da Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico. É também membro do Comitê de Defesa dos Usuários de Serviços de Telecomunicações (CDUST) da Agência Nacional de Telecomunicações e integrante da Coalizão Direitos na Rede. Mais informações: https://idec.org.br/.

Sobre o Comitê Gestor da Internet no Brasil – CGI.br

O Comitê Gestor da Internet no Brasil, responsável por estabelecer diretrizes estratégicas relacionadas ao uso e desenvolvimento da Internet no Brasil, coordena e integra todas as iniciativas de serviços Internet no País, promovendo a qualidade técnica, a inovação e a disseminação dos serviços ofertados. Com base nos princípios de multilateralidade, transparência e democracia, o CGI.br representa um modelo de governança multissetorial da Internet com efetiva participação de todos os setores da sociedade nas suas decisões. Uma de suas formulações são os 10 Princípios para a Governança e Uso da Internet (http://www.cgi.br/principios). Mais informações em http://www.cgi.br/.

Contatos para a Imprensa:

Internet Sem fronteiras – Brasil
Florence Poznanski - forence@internetsansfrontieres.org - (31) 98643-3247

CGI.br/NIC.br
Weber Shandwick

http://www.webershandwick.com.br/
PABX: (11) 3027-0200 / 3531-4950
Carolina Carvalho - ccarvalho@webershandwick.com - (11) 3027-0226
Ana Jones - ana.jones@webershandwick.com - (11) 3027-0200 ramal: 312

Assessoria de Comunicação – NIC.br
Caroline D’Avo
– Gerente de Comunicação – caroline@nic.br
Everton Teles Rodrigues
– Coordenador de Comunicação – everton@nic.br
Soraia Marino
– Assistente de Comunicação – soraia@nic.br

Flickr:
http://www.flickr.com/NICbr/
Twitter:
http://www.twitter.com/comuNICbr/
YouTube:
http://www.youtube.com/nicbrvideos
Facebook:
www.facebook.com/nic.br
Telegram:
www.telegram.me/nicbr